Caribtur  
 
Página Inicial Quem Somos Pacotes de Viagem Serviços Passagens Aéreas Hotéis Lista de Novos Dicas FaleConosco
 
 
Dicas

Viajando pela 1º vez!

Se esta é sua primeira viagem, preste atenção em alguns detalhes que farão a diferença durante seu passeio!

1) Em primeiro lugar, certifique-se de que escolheu o programa turístico que mais o agradou. Antes de fechar a compra, pegue o máximo de informações possível com seu agente de viagem - peça-lhe, inclusive, folhetos explicativos sobre cada roteiro. Não tenha vergonha de fazer isso. Se o agente for da equipe CaribTur, lhe atenderá com o máximo de gentileza e paciência.

2) Nunca deixe para arrumar sua mala nas últimas horas. Procure fazê-lo com pelo menos 24 horas antes do embarque. De preferência, coloque suas coisas na bagagem aos poucos ou faça uma lista do que acha que vai precisar. Mas cuidado para não exagerar!

3) Ao receber a passagem, cheque todos os dados – nome, data, número dos vôos e horários e, em especial, qual é o aeroporto que vai embarcar, porque muitas das grandes cidades possuem mais de um – São Paulo, Londres etc. As companhias aéreas recomendam que se chegue ao aeroporto com no mínimo duas horas antes do embarque no caso de viagem internacional. Afinal, você não vai viajar sozinho no avião, e o check in costuma não ser tão rápido – quanto mais próximo do embarque, mas a fila cresce.

4) Se você vai embarcar para o exterior, procure o posto da Polícia Federal no aeroporto e faça o registro dos equipamentos eletrônicos que lhe pertencem, como câmera fotográfica, filmadora, computador (notebook), telefone celular etc. Isso é importante porque, na volta, evitará problemas com o fisco na alfândega. A polícia sugere muita atenção nas bagagens dentro do aeroporto, pois é comum que criminosos bem disfarçados ajam nesses locais em busca de equipamentos eletrônicos – principalmente notebooks; celulares – e dinheiro. Nunca deixe nenhum pertence seu sem alguém de confiança tomando conta.

5) É importante você nunca se esquecer que uma viagem começa antes do embarque. Gaste alguns minutos para se informar ao máximo a respeito dos países e lugares que vai visitar. Se possível, adquira pelo menos um livro de história do lugar, um bom guia e um mapa. No mínimo, saberá quais são as melhores atrações. Depois, poderá aproveitar melhor cada lugar, cada momento. Ao desembarcar em outro país, responda com seriedade às perguntas da Polícia Federal e da imigração.

6) Preste muita atenção quanto ao peso e medidas de sua bagagem para evitar problemas. Os limites podem variar dependendo da Companhia Aérea e de país para país. Quase sempre, para vôos domésticos, seja no Brasil ou no exterior, é permitido transportar uma bagagem com um limite entre 20 a 26 quilos na classe econômica e 30 quilos para a classe executiva. Para vôos internacionais este limite é um pouco mais elástico, podendo, em sua grande maioria, transportar duas bagagens com limite de 30 quilos cada uma. Vale lembrar que para toda regra há uma exceção! Solicite ao seu agente de viagens informações precisas com relação às bagagens de acordo com a CIA Aérea que você vai utilizar! Também é recomendado ficar de atento na compra de malas com rodinhas! Algumas têm um design muito bonito, sofisticado e resistente, mas, quando vazias, podem ter até dez quilos de peso. Ou até mais.


Outras orientações importantes:

* Identifique suas bagagens – na parte interna e na externa – com seu nome, endereço e telefone. Para achar fácil sua mala ou sacola na esteira do aeroporto, faça sinais externos como fita, risco de tinta etc.
* Os agentes de viagem também orientam que se faça duas cópias de todos os documentos antes da partida. Leve uma consigo e deixe a outra com alguém de contato no Brasil. Pode funcionar como segurança no caso de roubo ou perda.
* Procure se informar sobre as condições climáticas do seu destino – diurnas e noturnas – e se previna contra frio ou calor em excesso. Vale lembrar que dezembro e janeiro costumam ser muito frios no hemisfério norte, ao contrário do hemisfério sul.
* Leve na bagagem de mão outra peça de roupa e um casaco.
* Quando chegar ao hotel, procure saber sobre a voltagem elétrica e não se esqueça de adaptadores de aparelhos elétricos, principalmente se estiver com celular e notebook.

Passaporte

Para solicitar seu passaporte, mesmo não sendo o primeiro, você deve fazer o agendamento pelo sistema do Departamento de Polícia Federal:

http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/requerer-passaporte

Neste site você conseguirá:

* verificar a documentação necessária para solicitação de seu passaporte (inclusive para menores);
* incluir suas informações pessoais de forma segura no sistema do DPF;
* agendar o atendimento no DPF de sua cidade;
* emitir a Guia de Recolhimento da União - GRU;
* consultar o andamento de seu pedido de passaporte;
* entre outros.

ATENÇÃO: Após feito este procedimento, você deverá comparecer no posto do DPF de sua cidade com toda sua documentação original, Guia paga e número do Protocolo de sua solicitação.

Abaixo informações sobre o DPF de Caxias do Sul:

DELEGACIA DE CAXIAS DO SUL
DPF NOERCI DA SILVA MELO
Av. Julio de Castilhos, 150 - Bairro Nossa Senhora de Lourdes
CEP 95010-000
Telefone: (054) 3213.9000 / 3213.9090

Vistos Consulares

Consulte-nos sobre os países que necessitam de visto de entrada e sua aquisição.

Outras informações no site: www.vistos.com.br

Vacina Contra a Febre Amarela

A imunização por meio da vacina é muito importante para o controle de doenças numa comunidade e para a própria proteção do viajante. A vacinação adequada depende da área a ser visitada, em função de doenças que possam ocorrer no local.

Algumas regiões do Brasil e também outros países da América do Sul e África exigem que o turista seja vacinado contra febre amarela. Quem nunca foi vacinado contra essa doença deve fazer a vacina dez dias antes de viajar, no mínimo. As pessoas que foram imunizadas há mais de dez anos devem tomar uma dose de reforço da vacina, pois sua validade é de uma década somente.

Recomenda-se que antes de uma viagem seja consultado algum órgão de informação sobre saúde do viajante. O órgão central é a Organização Mundial de Saúde (www.who.int). Outro centro de informação atualizada e confiável é o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (www.cdc.gov).

No Brasil, existem alguns centros de informação ao viajante, associados às clínicas de vacinação, como o CIVES da UFRJ (www.cives.ufrj.br), a Clínica de Medicina do Viajante do Instituto de Infectologia Emílio Ribas (0/xx/11/3061-5633, ramal 287) e o Ambulatório dos Viajantes do Hospital das Clínicas da FMUSP (0/xx/11/3069-6392).

Por aqui, os locais de risco são as regiões de matas e rios das seguintes regiões: todos os Estados das regiões Norte e Centro-Oeste, bem como parte das regiões Nordeste (Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo sul da Bahia), Sudeste (Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo) e Sul (oeste dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

A vacina pode ser tomada por crianças a partir de seis meses e adultos. As pessoas vacinadas em Unidades do SUS recebem o Cartão Nacional de Vacinação, um comprovante que é válido em todo território nacional. O cartão de vacinação, que é de cor branca, deve fazer parte de sua bagagem.

Para viajantes internacionais, vindo ou indo para áreas infectadas, a vacinação contra febre amarela é a única exigência sanitária feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Alguns países da América do Sul e da África exigem o Certificado Internacional de Vacinação-CIV, de cor amarela.

Para efetuar a troca do cartão de vacinação, é preciso procurar um dos postos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em qualquer um dos portos, aeroportos, passagens de fronteiras ou sedes da coordenação em todo o território nacional.

Apenas o portador poderá solicitar a substituição do cartão, comparecendo ao posto de troca munido de documento oficial com fotografia: Carteira de Identidade, Passaporte ou Cédula Profissional (tipo OAB, CREA, CRF, CRM etc.). Para menores de idade é necessária a apresentação da Certidão de Nascimento.

Alguns países exigem certificado internacional de vacinação contra febre amarela. Na hipótese de que o destino final não exija a vacina, se houver uma conexão aérea em um dos países que a exige, é necessário tê-la.

Para saber se o país de destino necessita do Certificado Internacional de Vacina contra a Febre Amarela consulte seu agente de viagens ou ligue direto para Anvisa de Porto Alegre: (51) 33261598.

Atraso e Cancelamento de Vôo

Voo atrasado ou cancelado no Brasil: o que fazer?
Caso se sinta prejudicado ou tenha seus direitos desrespeitados, você deve primeiro se dirigir à empresa aérea contratada. É possível também registrar uma reclamação contra a empresa aérea na ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que analisará o pedido e, caso constate o descumprimento de normas, poderá aplicar uma multa.

Os direitos de quem tem o voo atrasado ou cancelado no Brasil:
Desde junho de 2010, por resolução da ANAC, as empresas aéreas são obrigadas a manter os passageiros informados, disponibilizar internet e telefone para comunicação, garantir a alimentação (em atrasos superiores a duas horas) e, se a espera ultrapassar quatro horas, providenciar acomodação.

Realocar o passageiro deve ser prioridade: a empresa é obrigada a tentar encaixá-lo no próximo voo, endossar a passagem em outra companhia, mesmo que concorrente, ou oferecer outro tipo de transporte para completar o trajeto. Se o cliente preferir, em caso de cancelamento, overbooking ou atraso de mais de quatro horas, a companhia tem de devolver o valor da tarifa imediatamente. E quem estiver em conexão pode voltar ao aeroporto inicial de graça.

Reembolso da tarifa de voos nacionais cancelados ou atrasados:
Em caso de voo atrasado por mais de 4 horas, cancelamento ou preterição (quando o embarque não é realizado por motivo de segurança operacional, troca de aeronave ou overbooking), a empresa aérea deverá reembolsar o passageiro de acordo com a forma de pagamento utilizada na compra da passagem. Se você comprou sua passagem à vista, por exemplo, a devolução do valor tem de ser imediata, em dinheiro ou crédito em conta bancária. Caso tenha sido financiada no cartão de crédito e tem parcelas a vencer, o reembolso obedecerá as regras da administradora do cartão. A empresa aérea ainda pode oferecer créditos em programas de milhagem, ao invés do valor do ticket (bilhete) - só aceite se tiver interesse.

Anote aí:

A ANAC tem um site para a avaliação das companhias aéreas e aeroportos brasileiros. Você se cadastra e dá a sua nota.

Voo atrasado ou cancelado no exterior:
As regras para companhias aéreas no exterior não são as mesmas vigentes no Brasil. Nos Estados Unidos, de acordo com o Aviation Consumer Protection Division, o Departamento de Transportes não exige que as companhias aéreas indenizem os passageiros pelos danos quando os vôos estão atrasados ou cancelados. Cada empresa determina seus próprios deveres em um "contrato de transporte" (disponível no site das companhias). A dica é ter esse documento em mãos em caso de problemas no aeroporto.

Fonte: Viaje Aqui Abril

Compre seus medicamentes antes da viagem!

Em muitos países, mesmo tendo a receita do seu médico do Brasil, você pode ter que passar por uma consulta com um médico local para conseguir seus remédios.

É aconselhável que você leve de seu país de residência os medicamentos que toma habitualmente, ao invés de comprá-los no exterior. Leve-os em estoque suficiente para a duração da viagem, juntamente com seus dados clínicos (tipo sangüíneo, alergias, etc.) e receitas (de óculos, inclusive).

Na receita é importante constar o nome genérico do remédio, já que o nome comercial pode variar de um país para outro.

Caso você queira comprar as medicações no exterior, aconselha-se que seu médico faça uma receita incluindo o nome genérico do produto.

Ligações do Exterior

COMO LIGAR DO EXTERIOR?

Onde comprar e como utilizar cartões telefônicos pré-pagos no exterior?
Pode parecer ultrapassado, mas uma das melhores alternativas para fazer ligações para o Brasil é usar o cartão telefônico. No exterior, é fácil encontrá-los em bancas de jornal, tabacarias e lojas de conveniência. Outra opção é adquiri-lo no aeroporto. Ele vem com uma senha, que você deve digitar de qualquer telefone público ou do quarto do hotel (alguns hotéis cobram uma taxa mesmo quando a chamada é gratuita).

Anote aí:

Nos Estados Unidos, as melhores opções de cartão telefônico são o da Boss e o da Walgreens; Para fazer chamadas internacionais para o Brasil, digite o código do país onde você está + 55 + código de área da cidade brasileira + número de destino;
A operadora Embratel vende cartão pré-pago nos aeroportos internacionais ou nos postos telefônicos credenciados no Brasil;

Como ligar a cobrar do exterior para o Brasil?
A ligação a cobrar pode ser feita de qualquer telefone público ou fixo. A operadora Embratel faz chamadas com atendimento em português e debita do seu cartão de crédito ou, se preferir, a conta pode ir para a sua própria residência no Brasil. Para fazer esse tipo de ligação, basta digitar o número da Embratel (veja a tabela), que varia de país para país!

Números da Embratel para ligar a cobrar do exterior para o Brasil:

País - Números da Embratel
Africa do sul - 0800 990 055
Alemanha -0800 080 00 55
Argentina - 0800 999 55 00 / 0800 999 55 01 / 0800 999 55 03 / 0800 555 55 00
Austrália - 1800 881 550
Austria - 0800 200 255
Bélgica - 0800 10 055
Bolívia - 800 10 00 55
Canadá - 1 800 463 66 56
Chile - 800 360 220 / 800 800 272
China - 108 550
Chipre - 800 93 291
Cingapura - 800 0550 550
Colômbia - 01 800 955 00 10 / 01 800 555 12 21
Coréia - 00 722 055 / 00 309 551
Costa Rica - 0800 055 10 55
Dinamarca - 808 855 25
Equador - 1 999 177
Eslováquia Rep. - 0800 00 55 00
Espanha - 900 99 00 55
Estados Unidos - 1800 344 10 55 / 1800 283 10 55 / 1800 809 22 92 / 1800 745 55 21 / 1888 883 47 83
Finlândia - 0800 110 550
Formosa - 801 550 055
França - 0800 99 00 55
Grécia - 800 16122 054194
Guiana Francesa - 0800 99 00 55
Holanda - 0800 022 06 55
Hong Kong - 800 96 00 55
Hungria - 068 000 55 11
Israel - 180 949 45 50 / 180 920 55 55
Itália - 800 172 211
Japão - 00 539 551 / 00 663 5055
Luxemburgo - 0800 20055
México - 01 800 123 02 21
Mônaco - 800 90 055
Nicarágua - 163
Noruega - 800 195 50
Nova Zelândia - 000 955
Panamá - 00800 0175
Paraguai - 00855 800
Peru - 0800 501 90
Polônia - 00 800 491 14 88
Portugal - 800 800 550
Reino Unido - 0800 89 00 55 / 0800 056 74 42
República Dominicana - 1 800 751 85 00
Rússia - 81 0800 209 71 049
Suécia - 207 990 55
Suiça - 0800 55 52 51
Uruguai - 000 455
Venezuela - 0800 100 1550

Como usar o celular no exterior?
Para usar o celular no exterior, algumas operadoras exigem que o cliente habilite o serviço de roaming internacional (processo em que o usuário é transferido da rede de origem para a local) antes de viajar. A grande vantagem de levar o celular é que seu número será mantido e você poderá receber ligações. Porém, as tarifas costumam ser muito altas - é altamente recomendável que você consulte sua operadora para saber os valores.

A novidade para economizar fica por conta do chip da MaxRoam, uma boa pedida para aqueles que desejam fugir dos preços altíssimos do roaming internacional. Ele funciona em 230 países e pode ser usado em qualquer aparelho GSM desbloqueado. E o melhor: os descontos nas tarifas podem chegar a 70% em relação ao valor do roaming. Para adquiri-lo, acesse o site maxroam.com e siga as instruções.
Se você tem um iPhone, não é necessário trocar o chip para pagar pouco. Basta fazer o download do aplicativo Viber, que permite que o usuário ligue de graça para quem tem o mesmo programa (e o mesmo smartphone). A ferramenta pode ser baixada gratuitamente na iTunes Store.

Pelo Blackberry Messenger, o usuário pode se conectar gratuitamente com donos de outros aparelhos. O aplicativo é semelhante ao conhecido Skype, que pode ser usado em celulares e gadgets com acesso à internet, para chamadas de voz ou vídeos gratuitamente.

Anote aí:
Na Europa, apenas os aparelhos que usam a tecnologia GSM funcionam;

Como ativar o serviço de roaming internacional no seu celular:
A ativação do roaming internacional e os valores das tarifas variam de acordo com a operadora. Veja abaixo como ativar esse serviço nas principais empresas de telefonia móvel do Brasil:

TIM - Ligue diretamente do seu celular para a central de relacionamento com o cliente, no *144. Se o seu aparelho é pré-pago, a empresa exige que o cliente tenha, no mínimo, R$ 50 em créditos no momento da ativação.

VIVO - Se você vai viajar para o exterior pela primeira vez, ligue do seu celular para *8486 ou 1058 de qualquer telefone. Nas próximas viagens, só verifique a compatibilidade do seu aparelho com um atendente da operadora.

CLARO - Para ativar o roaming internacional, ligue do seu celular para *468 ou acesse o site da operadora para mais informações.

OI - Ligue do seu celular para *144 ou 1057 de qualquer telefone. Para liberar o serviço, o cliente tem que estar com a fatura em dia.

NEXTEL - Você pode utilizar o serviço de roaming internacional na Argentina, Canadá, Chile, El Salvador, Estado Unidos, México e Peru. Para ativar, digite o seu login e senha no site da Nextel e acesse a página de serviços.

Como usar a internet para chamadas de voz com outros países?
A internet oferece inúmeras vantagens para quem quer economizar. Você pode se comunicar pelos tradicionais Windows Live Messenger e Skype, que saem praticamente de graça se você tiver um notebook ou aparelho celular com acesso à internet, por cabo ou tecnologia sem fio. Muitos estabelecimentos comerciais como cafeterias, hotéis e aeroportos dão acesso à tecnologia sem fios wi-fi, serviço que pode ser pago ou gratuito.

O Skype ainda permite fazer ligações para qualquer telefone fixo ou celular com tarifas mais baixas. Para isso, basta comprar créditos com seu cartão de crédito e discar o número no programa.

Fonte: Viaje Aqui Abril
 
 
54 4009.8900
Av. Julio de Castilhos, 2700 Loja 06
São Pelegrino - Cep: 95010-005 Caxias do Sul RS
Carib Tur • 2017 Todos os direitos reservados
WCM3 Agência Web Digital Feeling - Estúdio de Criação